• A Escola

  • Ensino

  • Matrícula
  • Fique por dentro

  • Solicite uma visita
  • Área do aluno

  • Área do responsável
  • Contato


Na atualidade, os educadores indicam...

Publicado em 17/08/2012

Ensino com Projetos


Na atualidade, os educadores indicam que o ensino tradicional e o modelo clássico da escola não mais correspondem às exigências da sociedade atual, dinâmica e caracterizada pela inovação tecnológica: o modelo de currículo organizado em disciplinas dispostas de modo fragmentado, sem correlação ou nexo entre elas, vem sendo repensado e tende a ser substituído, para que a escola se aproxime mais da sociedade e que os alunos se envolvam mais no processo educativo.
É nesses termos que a idéia de trabalho com projetos, na Escola, surgido a partir da "tematização" proposta já no final dos anos 80 do século XX, como recurso pedagógico da metodologia de ensino sócio-construtivista, toma corpo e se desenvolve a partir de 1990.

Não se trata de uma técnica atraente para atrair a atenção dos alunos: seu objetivo é fazer com que o aluno se envolva intensamente na atividade educativa alvo do projeto proposto.

Significa, também, repensar a escola, o currículo, os tempos escolares, a avaliação e os objetivos da educação escolar.

Hernandes (1) e Freire (2) defendem a idéia de que o aluno aprende participando, tomando atitudes diante dos fatos, investigando, construindo novos conceitos e informações, e selecionando os procedimentos apropriados quando diante da necessidade de resolver problemas.


Ensino curricular (compartimentado)
 
Enfoque fragmentado, centrado na trasmissão de conteúdos prontos.
Conhecimento como acúmulo de fatos e informações isoladas.
O professor é o único informante, com o papel de dar as respostas certas e cobrar sua memorização.
O aluno é visto como sujeito dependente, que recebe passivamente o conteúdo transmitido pelo professor.
O conteúdo a ser estudado é visto de forma compartimentada.
Há uma seqüência rígida dos conteúdos das disciplinas, com pouca flexibilidade.
Baseia-se fundamentalmente em problemas e atividades dos livros didáticos.
O tempo e o espaço escolares são organizados de forma rígida e estática.
Propõe receitas e modelos prontos, reforçando a repetição e o treino


Ensino com projetos de trabalho

Enfoque globalizador, centrado na resolução de problemas significativos.
Conhecimento como instrumento para a compreensão da realidade e possível intervenção nela.
O professor intervém no processo de aprendizagem ao criar situações problematizadoras, introduzir novas informações e dar condições para que seus alunos avancem em seus esquemas de compreensão da realidade.
O aluno é visto como sujeito ativo, que usa sua experiência e seu conhecimento para resolver problemas.
O conteúdo estudado é visto dentro de um contexto que lhe dá sentido.
A sequenciação é vista em termos de nível de abordagem e de aprofundamento em relação às possibilidades dos alunos.
Baseia-se fundamentalmente em uma análise global da realidade.
Há flexibilidade no uso do tempo e do espaço escolares.
Propõe atividades abertas, permitindo que os alunos estabeleçam suas próprias estratégias.


(1) - Hernandez, Fernando - Transgressão e Mudança na educação: Os Projetos de Trabalho. Porto Alegre, RS: Ed. ARTMED, 1998.
- Hernandes, Fernando e Ventura, Montserrat - A Organização do Currículo por Projetos de Trabalho. Porto Alegre, RS: Ed. ARTMED, 1998, 5a. Ed.
(2) - Freire, Paulo - Pedagogia da Autonomia. Petrópolis, RJ: Ed. Vozes.

Na atualidade, os educadores indicam...

Compartilhe:

 

 

Visitas: 3831



ENTRE EM CONTATO

Segurança de armazenamento de dados.

Site seguro
https://cepc.com.br/ https://cepc.com.br/

Unidades

CEPC - Vila Velha
CEPC Aracruz